Relembrar uma Adolescente Inveterada:

Hoje em dia sou umas vezes mais adolescente e outras mais inveterada mas raramente consigo ser as duas coisas ao mesmo tempo.

 

E para lembrar esses tempos aureos deixo aqui uma letra que não podia ser mais actual.

 

E para parecer ainda mais adolescente, esta canção é do melhor cantada pelo João Campos (JimDungo), que diga-se de passagem "é muita mais giro" que o Jorge Palma.

 

e cá vai:

A Gente Vai Continuar - Jorge Palma

 

Tira a mão do queixo, não penses mais nisso
O que lá vai já deu o que tinha a dar
Quem ganhou, ganhou e usou-se disso
Quem perdeu há-de ter mais cartas para dar
E enquanto alguns fazem figura
Outros sucumbem à batota
Chega aonde tu quiseres
Mas goza bem a tua rota

Enquanto houver estrada para andar
A gente vai continuar
Enquanto houver estrada para andar
Enquanto houver ventos e mar
A gente não vai parar
Enquanto houver ventos e mar

Todos nós pagamos por tudo o que usamos
O sistema é antigo e não poupa ninguém, não
Somos todos escravos do que precisamos
Reduz as necessidades se queres passar bem
Que a dependência é uma besta
Que dá cabo do desejo
E a liberdade é uma maluca
Que sabe quanto vale um beijo

Enquanto houver estrada para andar
A gente vai continuar
Enquanto houver estrada para andar
Enquanto houver ventos e mar
A gente não vai parar
Enquanto houver ventos e mar

Enquanto houver estrada para andar
A gente vai continuar
Enquanto houver estrada para andar
Enquanto houver ventos e mar
A gente não vai parar
Enquanto houver ventos e mar

publicado por belinha_caranguejo às 12:44 | link do post